Obama e papa são os mais influentes do Twitter

Do papa ao presidente dos EUA, líderes globais utilizam as redes sociais para se comunicar com o público, percebendo a importância do segmento. A plataforma preferida é o Twitter, por seu caráter estritamente informativo. Segundo o estudo anual “Twiplomacy”, 77% dos líderes têm perfis na rede social e 68% estão conectados com outros chefes de estado e perfis oficiais mundiais.

Barack Obama (@BarackObama) é a personalidade mais influente do site, com mais de 33 milhões de seguidores. Já o papa Francisco (@Pontifex) é o segundo colocado, com sete milhões de seguidores em seus nove perfis. Em média, suas mensagens são retuitadas 11 mil vezes.

Os resultados do estudo apontam que o Twitter se consolidou como uma ferramenta de integração política global e de relações diplomáticas, mas que o Brasil está perdendo uma excelente oportunidade de ampliar o diálogo com a população e seus parceiros internacionais.

Com exceção do Itamaraty, Governo Federal utiliza muito pouco a rede de microblogue. A presidente Dilma Rousseff (@dilmabr) marcou presença no site apenas durante as eleições de 2010 e não publica novas mensagens desde 31 de dezembro de 2010. Seu último tuíte foi: “Amigos,muito legal ser tão lembrada no twitter em 2010. Logo eu,que tive tão pouco tempo p/estar aqui c/vcs. Vamos conversar mais em 2011″.

“O Twitter é uma plataforma ágil e direta, utilizada utilizada ativamente por 19,2 milhões de brasileiros. As empresas já descobriram o poder e o alcance da ferramenta. Líderes em todo o mundo a utilizam para diálogo com cidadãos e contato com seus pares em outros países. É uma oportunidade para o governo brasileiro conversar com a população e com parceiros”, diz Cely Carmo Giraldes, estrategista digital da Burson-Marsteller para a América Latina.

O Itamaraty (@MREBRASIL) dá um exemplo do uso eficiente do Twitter pelas instituições públicas. O perfil é o mais conectado entre os ministérios das relações exteriores dos países América Latina, tem mais de 80 mil seguidores e publica conteúdo de interesse com frequência, além de compartilhar conteúdo em outros formatos, como fotos e posts no blog oficial. Paula Bakaj, diretora de assuntos públicos da Burson-Marsteller Brasil, reafirma a importância da comunicação entre órgãos do poder público e a população.

“As manifestações que assistimos recentemente são uma evidência de que a população quer transparência e abertura dos governantes. É fundamental que o poder público estabeleça canais de diálogo com a sociedade, que cada vez mais participa da vida cívica e quer acompanhar as atividades de seus representantes”, afirma.

 

Os dados completos do Twiplomacy 2013 estão disponíveis em http://twiplomacy.com (em inglês).

 

Crédito da imagem:  Associated Press

3,137 total views, 1 views today

One Comment

Leave a Reply