Ainda vale a pena comprar o Zenfone 2

Zenfone-2

O Zenfone 2, da Asus, foi lançado em 20 de agosto de 2015. Hoje, ele é vendido por pouco mais do que mil reais e ainda é um smartphone que vale a pena ser comprado. Confira os prós e contras a seguir.

O lado bom

O smartphone tem uma tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD, uma traseira curva com revestimento de plástico, suporte a dois chips, cartão microSD e é compatível com a rede 4G.

O Zenfone 2 foi concebido com foco na performance. Por isso, ele é o produto mais barato do mercado nacional com 4 GB de RAM. Ele tem processador Intel Atom Z3580 e GPU PowerVR G6430.  Ele tem até giroscópio, que permite jogar Pokémon Go com realidade aumentada.

Com esse hardware, ele ainda consegue executar bem o sistema Android Lollipop. Dá para rodar a grande maioria dos aplicativos sem problemas. Alguns jogos podem ter problemas de compatibilidade, mas se você não joga muito no smartphone, isso não deve ser um incômodo.

A bateria dura um dia todo, se você não passar muito tempo com a tela ligada. Usar o brilho de tela na metade da capacidade também ajuda a poupar energia.

As câmeras não são excepcionais, mas estão longe de decepcionar os consumidores que escolherem o Zenfone 2 como próximo smartphone. O nível de detalhamento de imagem ainda é bem alto para um gadget intermediário como esse.

A câmera frontal tem aquele sistema de embelezamento de pele, que elimina imperfeições do seu rosto usando uma técnica parecida com o blur, do Photoshop.

O lado ruim
Nem tudo são flores no Zenfone 2. O seu sistema Android logo estará defasado em relação a outros produtos mais novos. Fora isso, esse smartphone da Asus tem muitos aplicativos pré-instalados. Muitos deles não podem ser apagados, o que é realmente uma pena. Quem quiser tirá-los de vez, terá que fazer root.

A tela do Zenfone 2 não está preparada para ser usada em dispositivos de realidade virtual. Isso porque a resolução é somente Full HD. Produtos como o Galaxy S7 edge, por exemplo, podem ser usados no headset de realidade virtual Gear VR porque tem display com resolução Quad HD, que é o padrão de resolução de imagem entre o Full HD e o 4K.

O Zenfone 2 também não tem a tecnologia de recarga rápida. Por isso, é preciso que o smartphone fique mais tempo ligado a uma tomada do que o Moto G4 Plus, vendido na mesma faixa de preço.

Outra ausência importante de ser mencionada é o sensor de impressões digitais para o desbloqueio de tela. É preciso usar um PIN, uma senha ou padrão de desenho para acessar o seu gadget.

Conclusão

O Zenfone 2  é um bom smartphone, especialmente pela sua ótima relação custo-benefício. Nenhum outro aparelho do mercado oferece 4GB de memória RAM. O processador Intel garante a performance, mas acaba sendo incompatível com alguns apps, como jogos. Ainda assim, o conjunto da obra ainda vale a pena, mesmo após um ano de lançamento.

1,596 total views, 12 views today

Leave a Reply